Diferença entre Turista e Nômade Digital

Você sabe a diferença entre um turista comum e o Nômade Digital?

Fica comigo até o final desse artigo para você entender!

Se quiser, pode ter acesso a esse conteúdo em formato de video, no Youtube. É só clicar na imagem 😉

Muita gente tem me perguntado nas redes sociais se ser Nômade Digital era o mesmo que estar de férias. Outras vezes, vi também as pessoas confundindo o estilo de vida com algo como “estar sempre relaxando numa praia”. Parece até que o dinheiro cai do céu para um nômade digital, não é mesmo?

Acontece que tem diferenças entre um turista e um nômade digital.

Basicamente: o Turista vai para um lugar, e volta para casa. O Nômade Digital vive num lugar, e vai para outro.

Você tem que compreender, que por mais que a propaganda feita em cima da ideia de Nômade Digital seja o notebook e a praia, o Nômade não está de férias.

Vamos pensar nos moldes tradicionais de trabalho: Imagine que você trabalha numa empresa em São Paulo. Você executou muito bem seu trabalho, ganhou algumas Promoções, e agora você recebeu a proposta de trabalhar por um ano numa filial da empresa em Barcelona, por exemplo.

Você vai se preocupar com o quê? Com um lugar onde você vai morar por um bom tempo.

Esse lugar tem de ser num bairro bom e seguro, e se puder ser perto da empresa, por um bom preço, melhor ainda.

Você vai pesquisar o preço das coisas no supermercado de lá, meios de transporte. E alguns detalhes culturais para não fazer feio também.

Você vai com a ideia de que ali é sua nova casa. Mesmo que em um ano você tenha que voltar para o Brasil, você tem o pensamento de longo prazo.

Mas o mais importante: você sabe que está trabalhando. Você não está de férias. O que te faz organizar sua agenda como se estivesse no Brasil.

Você tem hora para se levantar, para comer, para dormir, e só sai para curtir quando tem folgas.

Agora imagine diferente: Você tem feito um excelente trabalho nessa mesma empresa, e naquele mês, os gestores decidiram que o colaborador mais produtivo ganhará um mês de férias premium, e uma graninha extra para gastar como quiser. E você decide que irá aproveitar a oportunidade para conhecer Barcelona.

Sem me estender muito, posso resumir dizendo que suas preocupações serão bem diferentes da situação anterior, não é verdade?

Você vai olhar hotéis, restaurantes, atrações turísticas. Vai acordar e comer na hora que tiver vontade, você está de férias, oras!

Certos aspectos culturais do lugar lhe passarão totalmente despercebidos, porque você não está com tempo para isso.

Percebeu a diferença? Se você pensar agora que o exemplo número um é o Nômade Digital, e o Numero Dois é o Turista, você já entendeu a diferença.

Eu já disse que ser nômade digital não era trabalhar na praia…

Você como nômade, tem seu negócio para gerir, ou tem seus clientes para atender. Você não vai ter as mesmas limitações de tempo e dinheiro que os colaboradores de empresas tradicionais possuem, nem ficará preso a um mesmo lugar pelo resto de sua vida. Mas você compreende que é necessário ter disciplina, e ser produtivo para manter-se vivendo em vários lugares diferentes?

A diferença primordial, é que o turista fica em um lugar por um pequeno tempo, o Nômade se torna um morador Local por um tempo mais longo.

O turista só tem que estalar os dedos e chamar o garçom. O Nômade faz gestão de gastos, e acaba cozinhando para si mesmo na maior parte das vezes.

O turista fica no hotel. O Nômade aluga um apartamento, ou vive em algum lugar mais em conta.

E existem muitas outras diferenças, mas o básico você entendeu: o Nômade vive ali pela experiência, de trabalhar de onde quiser, poder ir daqui para lá sempre que der vontade, e se sentir realmente parte de uma comunidade culturalmente diferente por um tempo.

Estes são benefícios imensuráveis, que não estão à disposição do turista que em breve voltará para o escritório fechado e para a realidade da mesma vida de sempre.

Se você entender a importância dessa diferença, vai ficar muito mais fácil para você aceitar olhar pela janela e ver a torre Eiffel, e dizer a si mesmo que hoje é dia de trabalhar, e que amanhã você vai lá dar uma olhadinha de perto.

A disciplina para se forçar a fazer o necessário primeiro e se divertir depois é uma característica essencial para alguém que quer trabalhar para si mesmo e ter seu próprio negócio, seja nômade digital ou não.

Tem alguma coisa que você gostaria de saber mais a respeito do estilo de vida Nômade Digital? Pode deixar aí nos comentários.

Dá uma passadinha nas outras redes para seguir ou curtir o Jornada Nômade Digital, sim?
Nos vemos por aí!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *