Preciso Deixar o Emprego para Ser Nômade Digital?

Olá meus queridos amigos e amigas Nômades! Bem vindos!

Hoje a conversa é simples: Preciso deixar o emprego para ser Nômade Digital?

Resposta Simples: Não necessariamente.

 

Assista ao Vídeo desse conteúdo no YouTube:

Na internet afora está cheio de histórias de pessoas que chutaram o balde – ou nos termos Cults de hoje, “queimaram a ponte”.

Acontece que têm muitas empresas, não só aqui no Brasil, mas também no exterior, que utilizam o modelo de trabalho remoto. Nesse caso, você ainda trabalha para uma empresa, tem um patrão e um salário fixo, mas não fica preso a um escritório.

Tome cuidado! Quando eu fui pesquisar, encontrei algumas empresas com o modelo Home Office, mas fiz a triste descoberta que a maioria das que encontrei exigem computadores desktop, ou que você tenha um endereço e horário fixo para trabalhar.

Muito bom se você apenas não quer mais trabalhar no escritório da empresa, e quer ter horários diferentes, se aproximar da família… mas para o nômade digital, nada legal…

Existe também a possibilidade de você conversar com seu patrão atual.

Se a maior parte – ou todas – as tarefas que você realiza são feitas por meio do computador, é possível adaptar sua função para o trabalho remoto. Tente conversar com ele, mostrando que o mundo hoje está mais conectado, que sua função poderia ser executada com muito mais produtividade, que você no escritório traz muito mais despesas para a empresa, e que você seria um colaborador mais feliz assim.

Alguns empresários no Brasil já estão entendendo que existem outros modelos de trabalho mais rentáveis e produtivos, e mesmo que o seu chefe ainda não seja um deles, vale tentar, pois pode ser com seus argumentos que ele vá abrir os olhos para as formas de trabalho do futuro.

Como já ouvi muito por aí: “O não, você já tem. Lute pelo Sim!”

Se isso não der certo, paciência.

Lembra que eu te falei no outro post que o primeiro passo para sua vida nômade era se estruturar financeiramente?

Pois bem. Talvez ainda não tenha dado tempo de você concluir essa fase, então você não vai sair se demitindo, não é?

Comece com o que tem.

Estruture um projeto, crie e solidifique sua nova habilidade! Ou comece a conseguir clientes remotos com a habilidade que você já tem e escolheu utilizar para ser Nômade Digital.

Como você ainda está no seu trabalho, tenha prudência de entender que suas horas para trabalhos extras são menores. Por isso, não saia aceitando todo serviço que aparece, desesperado para conseguir sair do emprego. Isso vai te esgotar, a qualidade da sua entrega não será tão boa, e ainda pode acontecer de você perder os prazos dos clientes. Seria uma péssima estréia no mundo digital, não?

Aceite que você tem limites, e se parabenize por estar dando os primeiros passos.

Só depois então, eu sugiro que você deixe seu emprego. Tente fazer isso depois de ter adquirido um capital para pelo menos 6 meses de contas pagas, para você não se enlouquecer e acabar voltando a trabalhar num escritório fechado e destruindo seus sonhos.

Vamos recapitular os passos da Jornada até aqui:

1 – Se estruturar financeiramente

2 – Descobrir o que você gostaria de fazer e focar nisso

3 – Escolher uma das 3 Categorias de Nômades Digitais que mais se encaixam com seu perfil no momento.

4 – Construir uma nova habilidade em alguma das plataformas que te indiquei aqui nesse vídeo, caso as que possua não possam ser utilizadas remotamente.

5 – Tentar transformar seu trabalho atual em um trabalho remoto e, se isso não acontecer,

6 – Começar a desenvolver alguns trabalhos remotamente, enquanto guarda dinheiro suficiente para pagar as contas durante os primeiros meses, para não ficar preocupado com dívidas.

Eu tenho uma visão muito planejadora, e sou do tipo de pessoa que detesta ser pressionada pelas circunstâncias.

Eu não gostaria de começar e depois ficar frustrada, e precisar voltar a distribuir currículos por aí. Esse é o plano que está se encaixando melhor para mim, e acredito ser o mais sensato.

Eu não quero um Ano Sabático. Eu quero um estilo de vida duradouro.

Mas tem gente que gosta de se jogar, e fazer loucuras, aprender no caminho. Se você é um desses, tente fazer esses passos em menos tempo.

Mas se ainda assim você não concordar comigo, se joga! Mas aceite as probabilidades e consequências. Como eu disse eu não quero voltar, então eu quero que dê certo.

Resumindo: Preciso deixar meu emprego?

Como eu disse no começo, e como você pôde ver, não é tão necessário assim; dá para você se preparar e lidar melhor com as coisas.

Dúvidas? Sugestões? Deixe aqui nos comentários! Eu amo conversar com as pessoas!

Muito obrigada por me acompanhar até aqui.

Até breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *